Bahia

“Pari como se fosse animal”, diz mulher que teve bebê na recepção de hospital em Eunápolis

“Eu pari como se eu fosse um animal. Eu quero justiça, porque se eu tivesse ganhado a minha filha com atendimento médico, ela não teria passado o sufoco de quase ter morrido, porque ela saiu de dentro de mim quase morta”, contou a mulher que deu a luz na recepção do Hospital Regional de Eunápolis, sul da Bahia.

Andreia deu entrada no hospital por volta de 1h deste domingo (9) e, segundo ela informou, uma enfermeira obstétrica fez o primeiro atendimento.

Ela foi levada até a sala de pré-parto, onde fez o exame do toque, que foi constatado quatro centímetros de dilatação.

Mas, Andreia disse que a enfermeira pediu que ela voltasse para recepção e, nesse período, as contrações aumentaram e ela acabou dando à luz a Aila Valentina.

Um vídeo mostra o momento do parto. A mulher estava deitada nas cadeiras da recepção e teve o bebê com a ajuda de familiares e pacientes.

A criança não nasceu chorando e estava com o cordão umbilical enrolado no pescoço. Apesar do ocorrido, Aila Valentina passa bem.

Segundo o Hospital Regional de Eunápolis, o parto na recepção da unidade foi um erro grave e intolerável, cometido por parte da equipe médica e de enfermagem de plantão. Os profissionais foram afastados de suas funções e um inquérito administrativo foi aberto para que punições legais sejam executadas.

Com informações do G1

Etiquetas

Notícias VCA

Notícias Vitória da Conquista - Seu portal de Notícias de Conquista e toda Bahia.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar